terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Génesis 47: 1-22 – O faraó enriquece

E José anunciou ao faraó que o seu pai chegava, com os irmãos, as mulheres, os filhos, os netos, os servos, as vacas, os animais. O faraó mandou chamá-los e quis saber como ganhavam a vida. Os irmãos de José explicaram que eram pastores de ovelhas e que estavam no Egipto porque não havia pasto para as ovelhas em Canaã. O faraó ficou satisfeito com a resposta e disse a José que devia dar à família terra da melhor que houvesse no Egipto.

Depois, José apresentou Jacob ao faraó.
– Eu te abençoo. – Disse Jacob.
– Que idade tens? – Perguntou o faraó.
– Tenho 130 anos. Já fiz muitas operações. – Respondeu Jacob.
– A mim já me tiraram um tumor da cabeça, fui operado ao nariz, à garganta, ao umbigo, aos joelhos e a um calcanhar! – Disse o faraó.
– Eu fui operado à gosma, aos ouvidos, às axilas, às virilhas e tenho uma luxação na asa. – Replicou Jacob.
– Uma luxação na asa? – Perguntou o faraó.
– Sim. Quando faço assim, às vezes salta. – E Jacob imitou uma galinha.

José deu à família as melhores terras, como o faraó determinara.

A fome continuou e José fez muito dinheiro, pois tinha trigo para vender e todos queriam comprar. Só os sacerdotes não sentiram a fome, pois eram sustentados pelo faraó. Aos famintos que lhe imploraram pão, pois não tinham dinheiro, José disse que daria trigo em troca de gado. E José reuniu muito gado. E quando o gado se acabou, José disse que daria trigo em troca de terras. E José reuniu muitas terras. E assim o faraó enriqueceu. E as cidades ficaram cheias com o povo que tinha vendido as suas terras.

3 comentários:

dcc disse...

E cá está, um bê-á-bá de ciências económicas na bíblia.
Lol!Há aí uma parte em que fizeste do Jacob um híbrido entre o Scepticu e eu. B(( Só estás bem a fazer pouco. B) B(

camponesa pragmática disse...

Sim! :D Não ficou um belo híbrido? B))

camponesa pragmática disse...

económicas e políticas: se fores sacerdote, sustentam-te na crise.
portanto, a religião é o sustento dos inúteis e é de todo conveniente inventar algumas (para te distinguires do vulgo e te pores a salvo).