quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Génesis 4: 16-26, 5: 1-27 - Matusalém



E lá continuaram, por aí fora, as gerações de Adão a gerar filhos e filhas como se não tivessem nascido para outra coisa. Adão gerou ainda outro filho, Sete, produtor de lacticínios como Abel, que continuou assim a assegurar o fornecimento de danoninhos a Deus. E Sete gerou a Enos, e Enos gerou a Caina, e Caina gerou a Maalalel, e Maalalel gerou a Jerede, e Jerede gerou a Enoque, e Enoque gerou a Matusalém.

E Matusalém viveu muitos e muitos e muitos anos, sempre jovem, graças às fabulosas ritidectomias, blefaroplastias, otoplastias, rinoplastias, abdominoplastias e lipoaspirações da Corporación Dermoestética.

2 comentários:

dcc disse...

Ahahaha, e com sorriso ofuscante, de quem caga bombons, sempre de bem com a vida, essa Matusalém! A encarnação de reality show, estar vivo é o contrário de estar morto.

camponesa pragmática disse...

oh, Matusalém é uma verdadeira anja! :')