terça-feira, 17 de novembro de 2009

Génesis 20 - Abraão fá-lo outra vez

Caminhando para Sul, Abraão habitou entre Cades e Sur e peregrinou em Gerar.

Foi aí que, sendo a raposa velha que era, Abraão se serviu do Plano C, de cabrão, e apresentou Sara como sua irmã a Abimeleque. Abimeleque não tinha lido a Bíblia nem conhecia as manhas de Abraão, por isso fez o que qualquer pessoa faria: agarrou na velha e levou-a para casa.

Nessa noite, Abimeleque levantou-se para fazer um chichi e o SENHOR o aguardava junto ao penico pois tinha sido o SENHOR a provocar aquela vontade. E antes que Abimeleque salpicasse o SENHOR, este falou-lhe, mas baixinho para não acordar ninguém:

- Morto serás por tomares uma mulher casada.

Estremecendo, Abimeleque compôs-se e postou-se perante o SENHOR de forma respeitosa. E falou:

- Mas que história é essa, SENHOR? Não são irmãos? Foi o que me disseram! Matarás uma nação justa por causa das mentiras de Abraão, SENHOR? É que eu ainda nem sequer lhe toquei, que lhe doíam a cabeça e os ossos todos.
- A dor de cabeça é tanga, Abimeleque, mas a dor de ossos fui EU que a dei para salvar a tua honra. Mas agora que sabes tens de devolver a mulher ao marido, porque é profeta e rezará para que não morras se o fizeres ou para que morras, e tudo o que é teu, se não o fizeres.
- Mas, SENHOR, quer dizer, eles dizem que são irmãos e eu é que morro?
- Estão a chamar-me noutro lado. Adeus, Abimeleque. - e o SENHOR partiu, pensando que devia escolher melhor os profetas no futuro.

De madrugada, Abimeleque falou todas estas palavras aos empregados e muito eles temeram por pensarem que o amo estava a perder o juízo.

E Abimeleque mandou chamar Abraão e ao vê-lo nem sequer o cumprimentou:

- Olha lá, meu parvalhão, então dizes-me que a tua mulher é tua irmã, eu tomo-a de boa vontade e sem malícia, e agora ameaçam-me de morte?

Abraão, que estava já a pensar no almoço, respondeu distraidamente:

- Quando cá cheguei percebi logo que eram todos uma corja de não tementes ao SENHOR e que me matariam, de certeza, por causa da minha mulher. Mas não te menti, Abimeleque, pois ela é filha de meu pai mas não filha de minha mãe. É por isso minha irmã e minha mulher.
- Ahhhhhh... então é tua meia-irmã. Assim está bem. Meio incesto justifica plentamente o que fizeste.

E Abimeleque ofereceu ovelhas e vacas e servos e servas pelo inconveniente.

- Habita onde quiseres. - disse a Abraão.

E orou Abraão ao SENHOR por Abimeleque e pelas suas mulheres e todas tiveram filhos por isso, o que prova que a oração não é um contraceptivo muito eficaz ou que Abraão tinha uma forma muito peculiar de orar.

4 comentários:

camponesa pragmática disse...

o SENHOR o aguardava junto ao penico. AHAHAHHAHAHAHAHAHA

camponesa pragmática disse...

Abraão tinha uma forma muito peculiar de orar. AHHAHAHAHAAH

carlopod disse...

:-D

dcc disse...

LOOOOL
Adoroadoro.
Especialmente o último parágrafo e a parte do "agarrou na velha e levou-a para casa".B)